Postagens, Cyber Cultura e dois anos fumegantes

Em 2015, quando iniciei o Cyber Cultura, nem mesmo sabia o que tinha em mente. Apenas queria trazer um pouco de conteúdo do que é comentado nos fóruns de cyberpunk para a língua portuguesa. Trazer a discussão, os questionamentos, os temas de debates e, que sabe, um pouco de esclarecimento.

Nunca havia tentado blogar nada com seriedade. Aliás, blogs já não são mais a mesma ferramenta de informação que um dia foram… Quem teve contato com a cultura virtual de mais de dez anos atrás, sabe do que estou falando. Ainda assim, blogs continuam sendo um bom local para encontrar algum tipo de pessoalidade que se perdeu em meio a tantos sites de conteúdo “geek” replicadores de notícias.

Por isso, ao invés de simplesmente desanimar – afinal, o blog quase não é conhecido/visitado – com o baixo alcance e interesse do público, eu percebi o quanto é interessante trabalhar em minhas postagens dessa maneira. Não preciso corresponder a expectativas, não preciso desenvolver resenhas de teor “café com leite” para agradar ninguém (leitor, autor, editora), não preciso ter compromisso com periodicidade, padronização e qualidade para não perder público. Sou livre!

Agora, depois de quase dois anos e meio, fica cada vez mais claro que não dá para simplesmente seguir a diretriz inicial. Eis o motivo: não há um espaço para referenciar o cyberpunk na blogosfera brasileira. Todos os outros blogs que encontrei estão em hiato indeterminado. Filmes, livros, séries e quaisquer outros tipos de conteúdos não recebem uma atenção, um olhar clínico sobre como se relacionam com o cyberpunk. É necessário ponderar, explorar o gênero, principalmente em sua produção nacional, que carece muito de boas resenhas. Sem uma opinião crítica, jamais haverá um estímulo à produção independente de qualidade.

Mas depois desse tempo, também percebi que manter um blog interessante é difícil até mesmo para mim, porque isso requer tempo. E haja tempo para pesquisar, ler, assistir, analisar, procurar opiniões diferentes e referências para, enfim, colocar em prática e perceber que tudo isso rendeu pouco mais de cinco linhas. E essa é a parte divertida. A parte difícil é conciliar esse tempo à vida pessoal e descobrir que não o possui. Então, a melhor maneira que encontrei de contrabalancear esses pesos, foi a de disciplinar e orientar as postagens e projetos que tenho.

Para começar, algo que estou devendo a mim mesmo há mais de um ano, que é elaborar um lista com as obras nacionais do gênero em quaisquer mídias. Infelizmente, a nossa produção é tão pequena que é possível rastreá-la com um ligeiro esforço. Continuando a lista, o próximo passo é tentar coletar dados editoriais através de entrevistas, para melhor compreender o alcance do gênero. Por fim, diminuir o tempo que levo para elaborar resenhas e, quem sabe, até buscar opiniões de autores e pesquisadores. Fora isso, há várias postagens antigas a serem modificadas, apagadas ou refeitas, pois minha cabeça mudou e já não me enxergo em todas as palavras que escrevi.

Entretanto, não será um processo rápido, pois tendo decidido estudar e começar a me dedicar um pouco mais a escrita, o Cyber Cultura receberá bem menos atenção.

Anúncios

Ficção Científica Brasileira

Criado especialmente para falar sobre a FC nacional, o blog Ficção Científica Brasileira é o resultado de uma colaboração de resenhistas, autores e editores que antes de mais nada, são amantes do gênero e reconhecem o valor da produção feita por nossos artistas.

Para os amantes de FC, é um canal essencial de informações. Vale a pena acompanhar as resenhas e opiniões.

https://ficcaocientificabrasileira.wordpress.com/

Resultados do Desafio X-Punk — EntreContos

Quando soube que o site Entre Contos iria realizar um concurso literário voltado ao tema cyberpunk e seus vários subgêneros, fiz questão de acompanhar e participar como avaliador. Tive de dedicar um bom tempo para ler os 40 contos e acabei dando um pausa aqui no Cyber Cultura. Mas valeu a pena acompanhar um evento importante para a formação de novos escritores e descobrir novos talentos nacionais.

Caros EntreContistas, Um dos desafios mais exigentes que já tivemos por estas bandas. Quarenta contos inscritos e apenas três desclassificados, abordando as diversas faces do universo punk, em suas versões cyber, steam, bio, glitter e… café. Haja criatividade e haja polêmica! Mais de 1600 comentários revelando toda a dedicação e paixão de nossos participantes. Muitos parabéns, como diz […]

via Resultados do Desafio X-Punk — EntreContos

Cyberpunk BRAZIL

O grupo Cyberpunk BRAZIL foi minha inspiração para também criar um WordPress voltado para a cultura cyberpunk (pena que já não recebe atualizações há um bom tempo :/ ). Pelas próprias palavras de seus criadores:

CyberPunk BRAZIL é um grupo dedicado a brasileiros que gostam de músicas, filmes, livros, séries, animes, jogos, HQs e outros artigos relacionados a este maravilhoso e desesperador subgênero de ficção científica.

https://cyberpunkbrazil.wordpress.com/

Facebook: https://www.facebook.com/groups/219000671569524/
Google+: https://plus.google.com/communities/113859573608563535352
Twitter: https://twitter.com/Cyberpbrazil
Skoob: http://www.skoob.com.br/grupo/504

Cyberpunkitalia

O blog Cyberpunkitalia traz muitas novidades da cultura cyberpunk, com resenhas de filmes, curta metragens, animes, mangás, HQs, livros, jogos eletrônicos, artigos e notícias. Com certeza, é uma ótima fonte de pesquisa para quem esta buscando informações sobre o subgênero. Apesar do site ser totalmente em italiano, é possível lê-lo facilmente com o tradutor do Google.

http://cyberpunkitalia.altervista.org/blog/

Mapa para a imortalidade: Maria Konovalenko WordPress

Maria Konovalenko é uma ativista transhumanista dedicada a causa da imortalidade. Ela também é formada em biofísica molecular pela Moscow Institute of Physics and Technology. Em seu WordPress, ela trás notícias e novidades sobre longevidade, medicina regenerativa, transhumanismo, formas de prolongação de vida, etc.

Um interessante post em seu WordPress, demonstra as várias maneiras de se chegar a imortalidade. Cada uma trás um passo a passo de acordo de como se chegar lá, entre elas: criogenia, nano medicina, engenharia genética, medicina regenerativa, etc.

Maria Konovalenko.

WordPress: https://mariakonovalenko.wordpress.com/

Mapa para a imortalidade:
https://mariakonovalenko.files.wordpress.com/2013/01/roadmap_immortality_eng.pdf
(ajuste o zoom do navegador para melhor visualização)

Algumas dessas maneiras foram ilustradas:

Continuar lendo

WordPress: Cyberpunk Blues

O Cyberpunk Blues é uma bela iniciativa de trazer a cultura cyberpunk para seus leitores. A cada post, acompanhamos mais um capítulo de uma aventura passada num Rio de Janeiro futurista, além de conter explicações sobre os diversos contextos vividos pelos personagens como a Neuronet e os caminhos políticos e econômicos que culminaram naquela situação. Nas palavras do próprio blog:

O projeto 2050 A.D. é um trabalho Cyberpunk que será adaptado para o formato de blog. Ele consiste em uma descrição da realidade da cidade do Rio de Janeiro no ano de 2050 imaginando um futuro ficcional em que a metrópole evoluiria para uma realidade cyberpunk(…) A ideia da pagina de contos de ficção cyberpunk em meu grupo não é nova, na verdade sua origem é um jogo de RPG que montamos baseado no GURPS Cyberpunk. Nós havíamos acabado de ler o clássico Neuromancer de Willian Gibson e resolvemos montar um grupo para desfrutar daquele ambiente caótico descrito nos livros.

Desfrutem: https://cyberpunkblues.wordpress.com/