Cyberpunk Community Soundtrack

O projeto musical gratuito Cyberpunk Community Soundtrack, é uma iniciativa virtual a fim de reunir artistas de diversos gêneros sob um mesmo tema, o cyberpunk. A cada ano, o projeto se abre para uma nova edição, recebendo cada vez mais material. O responsável por compilar e distribuir todo o conteúdo, é o também participante Cyberbite. O volume de nº: 4 recebeu uma resenha no site Neon Dystopia, uma bela demonstração de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido dentro da comunidade cyberpunk.

Os interessados em ouvir ou participar do projeto como artista, podem encontrar mais informações e os links para download gratuito no site (tumblr) oficial:

http://cyberpunkcommunitysoundtrack.tumblr.com/

O Cyberpunk Community Soundtrack também conta com uma fan page no Facebook e com algumas músicas no Soundcloud:

https://www.facebook.com/cyberpunksoundtrack

Information Society

Fundada em 1982, a banda Information Society é um grande exemplo da fusão de gêneros musicais da década de 80. A influência da ficção especulativa já se faz notar pelo nome da banda, que remete ao clássico romance 1984, de George Orwell. Onde a abreviação IngSoc, foi levemente modificada pela banda e usada como InSoc. Além disso, propositadamente ou não, o termo “sociedade da informação” é capaz de descrever perfeitamente as mudanças ocorridas dos anos 80 em diante, que nos mergulharia na Era da Informação.

Continuar lendo

A Música Cyberpunk

O Cyberpunk é um movimento literário, é importante lembrar disso ao transpor seus valores a outras mídias. Quando se fala em música, vale lembrar que não existe uma definição clara de como classificar o que é, e o que não é música cyberpunk. Esse título é dado ao se identificar algumas características dos movimentos musicais que se assemelham a elementos dessa distopia futurista. Outra maneira, é quando o artista se declara influenciado pelo movimento literário e faz composições em sua homenagem.

eletronico-580x386 Continuar lendo

Neon Shudder

Com muitas influências modernas e tantas outras da década de 80, Neon Shudder é um projeto americano de música eletrônica inspirado no cyberpunk. Seu primeiro lançamento aconteceu em 2013, e até agora já são 6 EPs lançados digitalmente.

EP Hex Phase lançado em 2015.

É bem difícil localizar informações sobre a banda. Parece que o compositor atua em parceria com o pessoal do webcomic Drugs And Wires (ainda criarei um post para falar deles). Inclusive, tendo uma capa de um EP ilustrada pelo pessoas da Drugs And Wires. Também compôs uma música para o Left Righ Up Down, um jogo que participou do Cyberpunk Jam e pode ser jogado gratuitamente.

Neon Shudder é uma boa recomendação para quem gosta de um som com orientação cyberpunk, todos os EPs lançados estão disponíveis no Bandcamp da banda.

Bandcamp: https://neonshudder.bandcamp.com/
Facebook: https://www.facebook.com/neonshudder/
SoundCloud: https://soundcloud.com/neonshudder/

Perturbator

Perturbator é, na verdade, o pseudônimo de James Kent, um DJ oriundo de Paris, França. Com um estilo musical difícil de definir, Perturbator se encaixa no movimento synthwave, que por sua vez, é praticamente um revival dos anos 80, em sua maneira de utilizar sintetizadores para compor as faixas das músicas, influências de new wave e com técnicas modernas de composição musical. Também há uma influência de Dark Wave em Perturbator, um fator que ajuda a caracterizar as veias cyberpunks ainda mais em suas músicas.

Álbum Dangerous Days lançado em 2014.

Continuar lendo