#HQ: Blade Runner

Em 1977, a Marvel começava a lançar adaptações de filmes para os quadrinhos, pela Marvel Super Special. A maioria dos títulos lançados eram baseados em filmes de ficção, a exemplo de Star Wars, Jornada nas Estrelas e Duna. A edição #22 trouxe a adaptação de Blade Runner, com roteiro de Archie Goodwin, desenhos de Al Williamson e Carlos Garzon, e pintura de Williamson, Dan Green e Ralph Reese.

Interessante notar, que a adaptação ocorreu no mesmo ano de lançamento do filme (1982), mesmo não tendo sido um sucesso de bilheteria. Sendo o filme lançado em Junho e a HQ em Setembro. O enredo não traz novidades em relação ao filme. As características visuais da cidade (veículos, propagandas e arquitetura) estão presentes, assim como os diálogos marcantes.

Segundo Dr. Julian Darius, fundador da Sequart Organization (uma espécie de fandom quase acadêmico de quadrinhos), as cenas que tratam da emoção dos Replicantes, podem não transmitir total profundidade como visto no filme, pois a adaptação encurtou a carga dramática em um número tão pequeno de páginas, apenas 44.

A HQ trabalha inteligentemente com as cores e sombras, despertando sensações no leitor, assim como o filme fez ao utilizar iluminação noir e certos ângulos e efeitos de câmera.  As clássicas cenas do interrogatório de Rachel e a morte de uma Replicante diante um painel de vidro, são momentos onde a técnica de desenho e cor são bem marcantes.

Nas cenas finais, quando o Replicante Roy salva Deckard, a adaptação leva vantagem com a conclusão filosófica sobre as palavras de Roy. Segundo Julian, isso acontece pelo fato do leitor ter o material em controle de suas mãos, podendo observar a sequência de cenas e refletir sobre a mensagem do Replicante, pelo tempo que achar necessário.

A adaptação recebeu uma reimpressão algum tempo depois, dividindo-a em dois volumes, porém sem o conteúdo extra que havia na primeira edição. Para os interessados, a HQ pode ser lida online em inglês no formato PDF, pelo link:
http://www.joanfuste.com/mybladerunner/files/br_comic_full.pdf.

A lista com todas as adaptações feitas pela Marvel Super Special, está disponível na Wikipédia:
https://en.wikipedia.org/wiki/Marvel_Comics_Super_Special.

Em 2009, a empresa Boom! Studios começou a lançar a adaptação em quadrinhos para o livro que originou o filme, Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? (do original em inglês, Do Androids Dream of Eletric Sheep?). Além de se tratar de uma adaptação direta do livro, ela também traz textos originais aos desenhos, sendo dividida em 24 volumes. Disponível apenas em língua inglesa, todos os volumes já podem ser adquiridos na pré-venda por apenas  U$ 39,99 dólares.

Em 2010, a Boom! Studios anunciou a adaptação de uma prequel dos fatos ocorridos em Blade Runner, tratando dos dias imediante após o evento chamado de  World War Terminus (que seria a Terceira Guerra Mundial, causadora da contaminação nuclear sobre a Terra). Por sua vez, ganhou o subtítulo Dust to Dust e também já se encontra disponível para compra no site da empresa.

Leia também – #HQ: A Paródia Blade Bummer:
https://cyberculturabr.wordpress.com/2015/11/23/hq-a-parodia-blade-bummer/

Anúncios

Um comentário sobre “#HQ: Blade Runner

  1. Pingback: #HQ: A Paródia Blade Bummer | Cyber Cultura

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s