#Curta: Azriel

Não é das melhores curta metragens que eu já assisti, mas aborda o tema post-cyberpunk de maneira clássica, em uma luta contra o sistema. Azriel foi dirigido pelo chinês Teddy H. Wang, que tem sua própria empresa, a TEDDYBLOOD FILM, que produz curtas e comerciais para a TV.

A curta retrata um futuro onde a população é vigiada por um sistema chamado Sky-Eye. Uma organização chamada FATE, tenta destruir esse sistema e revelar a verdade as pessoas. Então, após a prisão de uma mulher, ela conta a história de uma assassina da FATE, que é a sua própria história…

Com atuações pouco cativantes e personagens clichês, a curta não chama muita atenção. Os efeitos especiais ganharam uma premiação da Micro Film Star em 2014, apesar de eles serem pouco explorados. Vale também notar a personagem principal, Azriel, que lembra em muito, Molly do clássico Neuromancer (1984), de William Gibson. E o antagonista, Samael, me lembrou um pouco Adam Jensen, persongem do jogo Deus Ex.

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s